profissional da saude aplicando injeção na região do joelho de um paciente

A espasticidade ocorre quando os músculos ficam tensos e/ou rígidos, causando a impossibilidade de controle deles. Essa condição neurológica anormal pode ser causada por alguma lesão cerebral, lesão medular, AVC, paralisia cerebral, esclerose múltipla, entre outras. Os sintomas da espasticidade são: rigidez muscular e articular, espasmos, dores, dificuldade em se locomover, muitos desses pacientes possuem dificuldades graves de vestir roupas e lavar as mãos  pelo enrijecimento do corpo.

Um dos tratamentos indicados para a espasticidade é a injeção de toxina botulínica no músculo espástico. Com ela, ocorre o relaxamento da musculatura, facilitando a realização de tarefas diária. Esse relaxamento ajuda em muito na fisioterapia motora.  Além disso, é uma técnica pouco invasiva com um bom resultado, sem necessidade de anestesia, nem internação hospitalar. Suas principais complicações são equimoses, hematomas, alergia a toxina  e flacidez exagerada do membro se aplicada em altas doses.

Antes de realizar a injeção de toxina botulínica como tratamento para a espasticidade, o paciente deve consultar um médico neurologista/neurocirurgião, para que o seu quadro clínico seja avaliado. O efeito do tratamento costuma durar de 4 a 5 meses, havendo necessidade de reaplicação, depois do período.



foto 3x4 do neurocirurgiao rodrigo mafaldo

Dr. Rodrigo Cadore Mafaldo
Especialista em Coluna
CRM: 30475  RQE: 25595

Realizou residência médica em neurocirurgia no Hospital Santa Monica, GO.
Fellowship Minimally Invasive Cranial Surgery, em Ohio State University, USA.
Advanced Technics Young Neurosurgeon – Tübingen University Germany